[h6]25/07/2012 – 16h30 – Target Américas[/h6]

Caminhoneiros de todo o país realizam nesta quarta-feira (25) uma paralisação nacional. No Centro-Oeste de Minas Gerais, muitos  formaram na BR-354, entre Arcos e Formiga,  um congestionamento que chegou a 1,5 Km. Os motoristas estão parados dos dois lados da rodovia.

Entre as reivindicações estão melhorias no valor do frete e cumprimento do horário de descanso entre as jornadas.

Os motoristas podem ficar até quinta-feira (26) paralisados. Eles esperam uma resposta da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Além de Arcos e Formiga, os caminhoneiros fazem manifestação em Perdigão, também no Centro-Oeste.

Movimento

O movimento intitulado “União Brasil Caminhoneiro”(Mubc) preparou para esta quarta-feira (25) esta greve geral da categoria. A proposta é paralisar 600 mil caminhões que circulam no país.

Neste dia 25 é comemorado o Dia do Motorista e, por este motivo, foi a data escolhida. O movimento discute restrições no trânsito nas cidades, falta de pontos de parada para descanso nas rodovias, aumento do preço dos combustíveis, alta carga tributária e aumento do roubo de cargas e caminhões.

 

Fonte: G1

Continue lendo

04/06/2012 – 12h00 – Target Américas

Rio Grande do Sul

A Terceira Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (do Rio Grande do Sul), por unanimidade, cassou na quinta, dia 31/05, a liminar concedida pela 4ª Vara Federal de Porto Alegre/RS ao Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística no Estado do Rio Grande do Sul que permitia a seus associados o não cumprimento da Resolução ANTT nº3.658/11.

Desta forma, a partir de agora, os transportadores gaúchos que não cumprirem os exatos termos da Resolução – ou seja, que continuarem usando carta-frete e não depósito em conta ou meio eletrônico de pagamento homologado pela agência-, estarão sujeitos a multas e até mesmo a suspensão do seu RNTRC (Registro Nacional de Transportes Rodoviários de Cargas).

Os Estados que registram o maior número de multas aplicadas desde o início da fiscalização em 15 de maio foram São Paulo e Rio Grande do Sul, segundo dados da ANTT.
 

SETCERGS

Em nota, a SETCERGS (sindicato que obteve a liminar agora derrubada), informou que “a citada Resolução deverá ser imediatamente cumprida pelos associados do SETCERGS.”. Ainda esclareceu que “o mérito não foi julgado, que a ação continuará em tramitação e que confiamos na sua procedência.”

 

Fontes: Diário do Grande ABC, SETCERGS

Continue lendo

02/04/2012 – 11h30 – Target Américas

Questionado sobre quando a indicação deve ser encaminhada para apreciação do Senado, Paulo Passos disse que deve ser em breve, sem citar datas

O ministro dos Transportes, Paulo-Passos, deve começar a discutir nos próximos dias com a presidente Dilma Rousseff nomes para assumir a diretoria-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Questionado sobre quando a indicação deve ser encaminhada para apreciação do Senado, o ministro disse que deve ser em breve, sem citar datas. “Minha expectativa é que possamos dar um encaminhamento nisso o quanto antes”, afirmou durante evento do setor ferroviário na noite desta quinta-feira, em São Paulo.

Passos também não acredita que a indicação de nomes interinos para a diretoria da ANTT possa acabar em uma disputa jurídica. “Não vejo muito cabimento em se questionar a decisão que o governo tomou (de indicar diretores interinos) porque ela foi a decisão correta. Ela foi tomada sobretudo olhando o interesse publico” disse.

Na semana passada, o líder do PSDB, senador Álvaro Dias (PR), apresentou um projeto de decreto legislativo para sustar e tornar nulo o decreto da presidente Dilma Rousseff que transferiu para o Ministério dos Transportes a prerrogativa de nomear diretores da ANTT. A iniciativa se soma à decisão do PSDB e do DEM de entrar com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo a nulidade do decreto da presidente.

Foi também na semana passada que Passos nomeou três diretores interinos para a ANTT, que estava com apenas dois membros na sua diretoria – para que qualquer decisão seja tomada, a ANTT precisa que o quorum mínimo nas reuniões seja de três diretores.

No início de março, devido a uma disputa política entre a base governista e o Senado, o plenário da Casa recusou a indicação de Dilma para que Bernardo Figueiredo fosse reconduzido para o cargo de diretor-geral da ANTT.

Passos reafirmou que em breve Bernardo Figueiredo voltara ao governo, sem dar detalhes, porém, de qual cargo ele deve ocupar.

 

Fontes: Gazeta Online

Continue lendo